Crie uma conta e participe!

Adolf Hitler era de direita ou de esquerda?

4 votos positivos 0 votos negativos
115 visitas
perguntou 4 Mai em Curiosidades por (usuário cadastrado) Nível 1 (3,210 pontos)

10 Respostas

1 voto positivo 0 votos negativos
respondida 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 2 (13,642 pontos)

Os historiadores e cientistas políticos não são unânimes nesse tema. Stanley Payne, por exemplo, afirma que os regimes fascistas já foram descritos como esquerdistas, direitistas, terceira via, ...


Porém, dá para saber que a ideologia mais próxima do Nazismo era o Comunismo.
comentou 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 1 (4,316 pontos)
Amigo, sua informação está errada e não é pouco. Os nazistas odiavam e perseguiam os comunistas. E o comunismo em nenhum aspecto se assemelha ao nazismo também. 
comentou 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 2 (13,642 pontos)
Mesmo entre idéias próximas e semelhantes pode haver ódio, rivalidade e perseguição. As religiões ilustram bem isso. As antigas brigas entre católicos e protestantes, por exemplo. Os xiitas e sunitas são outro exemplo. No campo da política, houveram os conflitos e perseguições entre bolcheviques e mencheviques. Também aconteceu entre os stalinistas e os trotskistas. Eram rivais, nem por isso deixavam de ser muito semelhantes.

O próprio Fascismo Italiano, que era igual em quase tudo ao Nazismo (exceto em algumas questões, como o antissemitismo), nasceu de uma síntese de nacionalismo com uma revisão antimaterialista do Marxismo. Os primeiros fascistas eram quase todos marxistas.

Tanto o Nazismo quanto o Comunismo eram regimes revolucionários, antiliberais, anticonservadores e estatizantes, que promoviam o totalitarismo e eliminação de opositores por meio de Campos de Concentração, etc.

O historiador francês Stéphane Courtois observa muito bem que Richard Hoess recebeu documentação detalhada de como funcionavam os campos de concentração russos para construir o famigerado Campo de Concentração de Auschwitz. Os Comunistas inauguraram os principais métodos de violência nos quais os nazistas se inspiraram.
comentou 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 1 (4,316 pontos)
Mas aí que vemos que pequenos "detalhes" podem diferenciar totalmente dois movimentos. O nazismo estava com suas intenções diretamente focadas em um projeto de nação (no caso a Alemanha) que fosse superior às outras.

Enquanto o comunismo, que aliás nunca passou de um projeto, estava mais focado em uma ascensão do proletariado. Inclusive, ao falar do comunismo de fato, sequer teria estado... 

Tu pode estabelecer uma relação entre o nazi-fascismo e o governo autoritário ditatorial de Stalin, mas o comunismo está bem longe dessas ideologias em seu conceito teórico (já que o prático nunca existiu).
comentou 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 2 (13,642 pontos)
Nem os regimes fascistas se dsenvolveram totalmente, nem por isso os estudiosos dizem que não existiram ditadores fascistas e comunistas.

Em alguns aspectos, a Alemanha Nazista seguiu mais de perto a União Soviética do que a própria Itália Fascista (PAYNE, Stanly. A History of Fascism 1914-1945, pág. 210 e 211)
2 votos positivos 0 votos negativos
respondida 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 1 (322 pontos)
Sem fanatismo!? De centro radical ultra-nacionalista, pois o nazismo e fascismo transcende todas posições 'democráticas, humanitárias e política' nos países!
2 votos positivos 0 votos negativos
respondida 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 8 (162,397 pontos)
Direita .....

Ele era Conservador e Católico Fervoroso .....   
comentou 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 1 (322 pontos)

Quase isso, porém ele pode ser de direita nos costumes e de esquerda na economia! :alien:

3 votos positivos 0 votos negativos
respondida 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 8 (181,274 pontos)

Não era uma coisa  e nem outra...

O Nazismo era uma terceira via, tinha seus próprios planos de união da raça superior e extinção da inferior para a dominação mundial.

Era algo totalmente radical.

Imagine um partido político matando crianças, idosos, mulheres, homens só por não fazer parte de uma raça considerada aceitável....

2 votos positivos 0 votos negativos
respondida 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 1 (4,316 pontos)

Bom, o partido dele começou como sendo anti-capitalista, mas não fazia muito sucesso. Não era sequer relevante. Após a Grande Depressão de 29, onde a economia mundial entrou em colapso, e a Alemanha não ficou de fora (aumento de preços, desemprego, etc) o partido Nazista mudou de postura, se tornando ultra nacionalista e anti-marxismo (Confira aqui  como nosso amigo esteve errado em dizer que o nazismo estava próximo do comunismo), além de assumir uma postura de culpabilizar os judeus que eram ricaços donos de bancos naquela época.


Na historiografia, costumamos classificar que os pilares do Nazismo são Nacionalismo, Darwinismo Social e Positivismo


Eu não encaro esses conceitos como primordiais nem na direita e muito menos na esquerda. Talvez apenas o nacionalismo que está presente em certa ala da direita (extrema direita).


E onde Hitler entra nisso? Bem, ele era o garoto-propaganda do partido, com seu populismo que conseguiu enganar o povo alemão e chegar ao poder. 

Pessoalmente, não o considero em nenhum espectro político atual. Nem mesmo o fascismo/nazismo. Na minha visão, são fenômenos únicos e devem ser estudados como tal.  



0 votos positivos 0 votos negativos
respondida 4 Mai por (usuário cadastrado) Nivel 4 (33,360 pontos)
Nacional socialista
0 votos positivos 0 votos negativos
respondida 4 Mai por (usuário cadastrado) Nivel 4 (25,576 pontos)
A divisão entre Esquerda e Direita é uma bobagem e algo superficial. Eu prefiro dizer que o Nazismo é o Nazismo. O Comunismo é o Comunismo.

Não é necessário classifica-los entre Direita e Esquerda. A guerra política por causa disso não leva a lugar nenhum, só à divisão do povo brasileiro.
2 votos positivos 0 votos negativos
respondida 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 8 (201,517 pontos)
Direita.  

Hitler deixa explícito seu posicionamento em seus livros. Ódio puro pelas minorias. Negros, mestiços, judeus, etc.  Um conservador. Grande admirador de reis, impérios. Disse que chorou quando soube da queda do império da Alemanha, quando ela virou república. Não é que Hitler quisesse ser ditador. Ele admirava reis, como conservadores normalmente fazem. Comparou seu choro com a queda de Guilherme com o choro de quando perdeu a mãe. 

Acusa aos comunistas de tudo. E os judeus, claro, são comunistas - na opinião de Hitler. Acusa os comunistas de querer estragar as grandes nações - e por isso derrubaram Guilherme e o Czar. 

Faz apenas algumas críticas a direita, normalmente criticando mais ainda aos esquerdas: Criticou o fato da direita não se importar com a fome e desejos dos proletariados - e aí culpou os comunistas de tomar conta dos sindicatos - e acusou os direita de aderirem a "Democracia liberal". Mas ele deixa claro em uma parte que tem apenas desavença aos direitas. Enquanto da esquerda, é nojo. 

Hitler odiou tanto a esquerda que recusou ajuda de Stalin. Seria vitória garantida. Mas ele n quis. Quis ser inimigo. E tomou pa-u.
2 votos positivos 0 votos negativos
respondida 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 8 (285,557 pontos)
Veja algumas fontes sobre o assunto:

Sobre nazismo e comunismo: "ambas as ideologias têm a ambição de criar um novo homem. Ambos os sistemas não concordam com a natureza humana como ela é. Eles estão em guerra contra a natureza, a natureza humana. Esta é a raiz do totalitarismo. Os nazistas têm uma ideologia baseada numa falsa biologia, o comunismo é baseado em uma falsa sociologia, mas ambos os sistemas têm ambições de serem científicos, apoiados em bases científicas"

Françoise Thom, professora de história moderna. Universidade de Paris-Sorbonne. (Documentário "The Soviety Story")

 "Hitler disse muitas vezes que havia aprendido muito com o marxismo. Todo o nacional-socialismo é baseado nele, ele disse. Quer dizer, baseado doutrinamente."

George Watson, Historiador literário. Universidade de Cambridge.(Documentário "The Soviety Story")

"[...] este século têm de mais característico em relação aos outros: a extraordinária amplitude do massacre de homens feito por homens, que só foi possível ela tomada do poder pelo comunismo do tipo leninista e pelo nazismo do tipo hitlerista. Esses "gêmeos heterozigotos" (Pierre Chaunu) ainda que inimigos e originários de histórias diferentes, têm vários traços em comum. Eles colocam como objetivo chegar a uma sociedade perfeita, destruindo elementos negativos que se opõem a ela. Eles pretendem ser filantrópicos, pois querem, um deles, o bem de toda a humanidade, o outro, o do povo alemão, e este ideal suscitou adesões entusiásticas e atos heróicos. Mas o que os aproxima mais é que ambos se dão o direito - e mesmo o dever - de matar, e o fazem com métodos que se assemelham, numa escala desconhecida na história"

Alain Bensaçon, A infelicidade do século: sobre comunismo, nazismo e a unicidade da shoah.

"Os revolucionários italianos usaram o termo fascio no final do século XIX para evocar a solidariedade dos militantes comprometidos com a causa. Os camponeses que se rebelaram contra os proprietários de terra da Sicília em 1893-1894 se autodenominando Fasci Sicilliani. Quando, no final de 1914, um grupo de nacionalistas de esquerda, que logo se juntaram ao socialista banido Benito Mussolini"

"[...] No final da Primeira Guerra Mundial, Mussolini cunhou o termo fascismo para descrever o humor do pequeno grupo de ex-soldados nacionalistas e revolucionários sindicais"

"Oficialmente o fascismo nasceu em Milão, no Domingo, 23 de março de 1919. Naquela manhã, pouco mais de 100 pessoas, incluindo veteranos de guerra, incluindo sindicalistas que apoiaram a contenda e intelectuais futuristas, além de alguns jornalistas e pessoas curiosas, se reuniram no auditório da Aliança Comercial e Industrial em Milão, que dominava a Piazza de San Sepolcro, para declarar guerra ao socialismo [...] porque se opunha ao nacionalismo"

"O programa fascista, exibido dois meses depois, era uma mistura curiosa de de patriotismo veterano e experimento social radical, uma espécie de "socialismo nacional"..."

Anatomia do Fascismo, Robert O. Paxton

"O nazismo recebeu apoio da imensa massa de trabalhadores desempregada com a crise econômica da década posterior a Primeira Guerra.(ainda que hoje os partidos de esquerda rejeitem categoricamente, na época, industriais e banqueiros alemães acreditavam mesmo que a NSDAP - Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei - [Partido Socialista dos Trabalhadores Alemães] era "excessivamente socialista")

Histórias não (ou mal contadas) da Segunda Guerra Mundial. Rodrigo Trespach

Plataforma do Governo Nazista:

- Cuidados da saúde controlada pelo Estado;

- Participação dos lucros dos trabalhadores nas grandes corporações;

- Agiotagem punida com a morte;

- Controle estatal da educação;

- Controle estatal da mídia e da imprensa ;

- Controle estatal de bancos e indústrias;

- Apreensão de terras sem compensação;

- Controle estatal da expressão religiosa.

Eu defendo que o nazismo seja uma terceira via, mas não existe um consenso acadêmico sobre a natureza do nazismo. Não é porque um jornalista ou um funcionário de embaixada disseram que era de direita que isto é um assunto fechado.

Você acha que estas plataformas tem algo de conservadoras? O partido nazista era um movimento revolucionário, nada mais ao contrário do conservadorismo. Reacionarismo e moralismo não é conservadorismo.

Abraço.
comentou 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 1 (322 pontos)
Da onde reacionarismo e moralismo tem origens contrária a direita conservadora? Acho que você se enganou.. no fim acho que ele era de 3ª via (centro-radical ultra-nacionalista)
comentou 4 Mai por (usuário cadastrado) Nível 8 (285,557 pontos)

Reacionarismo no Brasil são os saudosistas do regime militar, já na Rússia são os saudosistas do comunismo. Um reacionário é alguém que deseja a volta de um passado idealizado, ao contrário do revolucionário que deseja um futuro utópico. 


Nem todo conservador - embora muitos sejam - é necessariamente um moralista. Muitos esquerdista também praticam formas de moralismo.

Um conservador é alguém que reconhece as imperfeições humanas, valoriza as tradições, costumes e instituições.
1 voto positivo 0 votos negativos
respondida 5 Mai por (usuário cadastrado) Nível 1 (2,139 pontos)
Extrema-direita, regimes fascistas de forma geral se caracterizam muito pelo ultranacionalismo e pelo anti-marxismo.  

Perguntas relacionadas

2 votos positivos 0 votos negativos
7 respostas 113 visitas
perguntou 25 Abr em Dúvidas sobre o site por (usuário cadastrado) Nível 1 (4,400 pontos)
4 votos positivos 0 votos negativos
8 respostas 26 visitas
perguntou 23 Abr em Curiosidades por (usuário cadastrado) Nível 2 (11,666 pontos)
2 votos positivos 0 votos negativos
4 respostas 13 visitas
1 voto positivo 0 votos negativos
4 respostas 64 visitas
2 votos positivos 1 voto negativo
2 respostas 44 visitas
perguntou 9 Nov, 2020 em Política, notícias e atualidades por (usuário cadastrado) Nível 2 (5,085 pontos)
92 Online
21 Usuários 71 Visitantes
Usuários conectados
(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)
...