Crie uma conta e participe!

O classicismo está por trás do preconceito com o funk?

4 votos positivos 0 votos negativos
60 visitas
perguntou 21 Abr por (usuário cadastrado) Nível 8 (248,088 pontos)
E DALE BAILÃO 

Publicidade:

7 Respostas

0 votos positivos 0 votos negativos
respondida 21 Abr por (usuário cadastrado) Nivel 6 (75,016 pontos)
Não......Para falar a verdade é bem cara do Brasil mesmo,  letras e conteúdo vulgar, apologia a criminalidade, estupro, uso de drogas.Tanto que um monte de boy e paty girl gosta e dança essas porcarias..

Só não entendo como esse  esse pessoal feminista, e outras pessoas e grupos  que critica e fala sobre assédio sexual, abuso  não faz algo para tentar banir determinados conteúdos musicais de funk....

Fala tanto de machismo, assédio , discurso de ódio, mas quando criticam o boa parte do funk  dizem q é preconceito contra a favela e movimento cultural.
comentou 21 Abr por (usuário cadastrado) Nível 8 (248,088 pontos)
Todos os estilos musicais tem letras vulgares, inclusive o rock.
comentou 21 Abr por (usuário cadastrado) Nível 8 (129,975 pontos)
Todos os estilos musicais populares sofreram preconceito, não só o funk. 
1 voto positivo 0 votos negativos
respondida 21 Abr por (usuário cadastrado) Nível 8 (161,093 pontos)
Preconceito Racial e Social está por trás, e eu provo.

Pagode já sofreu preconceito!!!! Hoje, todos amam um Sorriso Maroto ou ExaltaSamba, mas "E a gente chegou muito bem, sem desmerecer a ninguém, enfrentando no peito um certo preconceito e muito desdém, hoje em dia é fácil dizer, essa música é a minha raiz, tá chovendo de gente que fala de samba e n sabe o que diz", já denunciava o Jorge Aragão. 

Rap já sofreu MUUUITO preconceito. Hoje, loirinhas de condomínio pagam 400 conto e vão no show do Emicida, mas Racionais já denunciava "Entrei pelo seu rádio, tomei, cê nem viu!" "Seu filho quer ser preto, rhá! que ironia. Cola um poster do 2pac". Rap sofria muito preconceito, e até respeito o Faustão, foi um dos únicos a dá espaço para um rapper antes dos anos 2010, e ele mandou isso aqui ó: "Só tem paquita loira, aqui n tem preta como apresentadora. Novela de escravo, a emissora gosta, e mostra os preto chibatado pelas costas". O nome dele era MV Bill, e o Faustão ficou desesperado com este verso. 

O que estes dois e o funk tem em comum? Vieram do gueto, vieram de pretos.  Mas como ser negro é ser resistência, pois se n fosse nem existiríamos, já que o único motivo dos nossos políticos terem incentivado a miscigenação, diferente do acontecido na África do Sul, na Alemanha Nazista e nos Estados Unidos, era justamente para acabar com nosso fenótipo e genótipo, bom...como somos resistências, pagode e rap já foram bem aceitos.

Agr é a vez do funk. Já denunciavam anos atrás: É SOM DE PRETO, DE FAVELADO, MAS QUANDO TOCA, NINGUÉM FICA PARADO. 

Mas Funk, jájá, será aceito. Principalmente por está tendo MUITO branco no meio dele, o que facilita a aceitação da classe média, n fica "tão de bandido" assim!
comentou 21 Abr por (usuário cadastrado) Nível 8 (248,088 pontos)

"MAS QUANDO TOCA, NINGUÉM FICA PARADO."


A mesma coisa diz Maluma, sobre reggeaton, que também é alvo de preconceito.


"Pero yo sé que en la disco la bailaste"

comentou 21 Abr por (usuário cadastrado) Nível 8 (129,975 pontos)
Todos os estilos musicais populares sofreram preconceito.
comentou 21 Abr por (usuário cadastrado) Nível 8 (161,093 pontos)
Faustao, lá em 2002, tentando interromper o MV Bill ao perceber uma crítica direta a Globo: 



São só 40 segundos 

E ao contrário do que disse Faustão, n era improviso. A letra é essa msm. Haha. 

Faustao é da hora. 
1 voto positivo 0 votos negativos
respondida 21 Abr por (usuário cadastrado) Nível 7 (87,335 pontos)

Uma música em homenagem a Nasta baile de favela! <3


0 votos positivos 0 votos negativos
respondida 21 Abr por (usuário cadastrado) Nível 8 (129,975 pontos)
Todos os estilos musicais populares sofreram preconceito. O funk brasileiro sofre preconceito também... Por que haveria de ser diferente?

Na minha modesta opinião, não se trata de "classicismo" (seja lá o que isso for), é mera questão cultural, mercadológica, econômica e social... É inevitável. Daqui a pouco surge alguma outra expressão artística musical que se tornará popular, e sofrerá preconceito também.

Nada de novo no front.
0 votos positivos 0 votos negativos
respondida 21 Abr por (usuário cadastrado) Nível 8 (446,886 pontos)

O funk tem uma batida legal....até. 

O problema é tanta apologia que fazem de coisas ruins.....desvalorizando principalmente nós mulheres....

0 votos positivos 0 votos negativos
respondida 23 Abr por (usuário cadastrado) Nível 9 (721,183 pontos)
Dizem que o funk era legal, e não tinha nada a ver com o de hj, então o ritmo que deve ter mudado pra pior
0 votos positivos 0 votos negativos
respondida 23 Abr por (usuário cadastrado) Nivel 6 (73,128 pontos)
Pra mim é a excessiva visibilidade que dão pro funk ruim que causa a fama

Perguntas relacionadas

5 votos positivos 0 votos negativos
10 respostas 94 visitas
6 votos positivos 0 votos negativos
11 respostas 48 visitas
6 votos positivos 0 votos negativos
4 respostas 17 visitas
23 Online
8 Usuários 15 Visitantes
Usuários conectados
(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)-(usuário cadastrado)
...